quarta-feira, novembro 17, 2004

Trabalhadora humanitária morta no Iraque

Suspeita-se que Margaret Hassan, raptada no Iraque no passado dia 19 de Outubro, terá sido morta. A cadeia de televisão Al Jazeera e o marido da trabalhadora humanitária afirmam ter recebido imagens da sua execução.

Margaret Hassan, residente no Iraque há cerca de 30 anos, era a responsável da organização humanitária Care no país. Mais uma vez, o grupo sequestrador exigia a retirada das tropas britânicas em troca da sua libertação.

Neste momento, a família da cidadã anglo-iraquiana apela para que o corpo lhe seja entregue, afirmando que: "Mantivemos a esperança durante todo este tempo, mas agora temos de aceitar que, provavelmente, a Margaret partiu para sempre. Pelo menos, acabou o seu sofrimento".

1 Comments:

At 10:52 da manhã, Blogger Nesilita Nhaga said...

É triste o que aconteceu com a margaret Hassan,soube hoje que a morte foi confirmada oficialmente pelo parlamento Britânico. Foi uma grande mulher e não merecia morrer dauqele jeito.

O vosso blog é muito interessante e o tema fazia falta.
beijos

 

Enviar um comentário

<< Home