quarta-feira, novembro 10, 2004

Suha, mulher de Arafat

Suha Arafat, 41 anos, opôs-se, ontem, à visita da delegação da Autoridade Palestiniana ao seu marido, hospitalizado. A mulher de Arafat acusou a direcção palestiniana de o querer "sepultar vivo". Recorde-se que o líder palestiniano se encontra, segundo fontes hospitalares, em "coma irreversível (...) e só permanece vivo porque está ligado a máquinas".
Suha é acusada de querer "controlar tudo, seja no hospital, seja no que diz respeito à sucessão de Arafat na liderança da Autoridade Palestiniana". Muitos palestinianos insistem que o súbito interesse de Suha pela causa palestiniana se deve à possibilidade de herdar uma fortuna de mais de mil milhões de euros, supostamente espalhados por vários bancos mundiais.
Sublinhe-se que um tribunal francês abriu, no ano passado, um processo contra Suha Arafat, acusada de branqueamento de capitais.
Suha instalou-se em Paris há nove anos e é criticada pela imprensa palestiniana pelo modo "descarado" como se tem tentado apossar da suposta fortuna de Arafat.

1 Comments:

At 7:25 da tarde, Blogger luz abreu said...

Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

 

Enviar um comentário

<< Home