domingo, outubro 17, 2004

Orquídea Lopes galardoada com Prémio Extraordinário

Orquídea Maria Cerqueira Mendes da Silva Lopes nasceu em Abril de 1955 em Seia. Licenciada pela Universidade de Coimbra em 1981, já leccionou Sociologia, Psicologia e Psicossociologia em estabelecimentos de ensino secundário, técnico-profissional e de formação contínua. Entre 1991 e 1996 ocupou cargos de gestão e direcção na Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico da Guarda. Além da Ludoteca de Seia,Orquídea Lopes criou o Conselho de Educação de Seia e a Unidade de Inserção Vida Activa, ambos pretencentes ao Instituto Politécnico da Guarda.
Após a conclusão da licenciatura em Coimbra,frequentou o doutoramento em Ciências da Educação na Universidade de Salamanca. Obteve a classificação de Excelente com Distinção, vendo a sua tese galardoada com o Prémio Extraordinário atribuído por aquela Instituição de Ensino. A distinção permitiu-lhe o reconhecimento do seu trabalho, tendo sido nomeada pela Comissão Nacional de Luta Contra a Sida, como consultora para questões relacionadas com campanhas publicitárias.
Durante o ano de 2003, a investigadora desdobrou-se entre comunicações e conferências relacionadas com a Sida, realizadas em escolas portuguesas.
A sua tese permitiu não só analisar as causas da ineficácia de certas campanhas publicitárias, como reafirmar que,infelizmente ainda são muitos os que consideram que a Sida é "uma doença que não existe"!

1 Comments:

At 3:01 da tarde, Blogger Hélder Beja said...

Olá. Gostei especialmente do tema do vosso blog. Já no ano passado um grupo da disciplina de Jornalimo escolheu este tema, o que se veio mostrar uma aposta acertada. Espero que, numa altura de intensa afirmação feminista, o vosso blog seja um espaço onde eu (e muitos outros) possa ter conhecimento do que esses distintos seres, que são as mulheres, vão fazendo pelo Mundo.
Um beijo do vosso colega de turma

P.S. - Não sei se o template será o melhor. Parece-me escuro de mais... Mas isso é com vocês. :)

 

Enviar um comentário

<< Home