domingo, outubro 17, 2004

Nobel da Paz 2004

Wangari Muta Maathai. Assim se chama a queniana de 64 anos, a quem foi atribuído este ano o Prémio Nobel da Paz. Actual ministra adjunta do ambiente do Quénia, destacou-se pela luta pelos direitos das mulheres africanas e defesa do ambiente. Foi a primeira mulher a candidatar-se à presidência de um país africano (1977), objectivo que teve de abandonar, a poucos dias das eleições, devido a pressões de rua, mobilizadas pelo regime, contra a «mulher má» que desafiava «o governo dos homens». Acabou por ser eleita deputada em 2002, passando a fazer parte do governo do novo presidente Mwai Kibaki, a mulher por muitos considerada «demasiado forte, culta, famosa, irrequieta e incontrolável».